Sabedorias africanas e desmistificação de culturas


“Nem a magia nem o destino são maus em si. A utilização que deles fazemos os torna bons ou maus.”


Pela cosmovisão europeia, a palavra “magia” é constantemente compreendida como algo negativo; já no que se diz dela, a respeito da visão de mundo na África, Hampaté Bâ (1982, p. 173) afirma que “nem a magia nem o destino são maus em si. A utilização que deles fazemos os torna bons ou maus”. É a utilização feita pelo homem que poderá tornar a magia maléfica ou benéfica, sendo assim, ele é visto como um indivíduo de poder influente perante as ocorrências sociais e espirituais.

A magia benéfica é a dos “iniciados” e “mestres do conhecimento” e busca a purificação dos homens, dos objetos e da natureza, utilizando precisamente a oralidade para propagar seus desejos. A mentira, por outro lado, é considerada a ação mais repugnante dentro dessas crenças; compreende-se que aquele que corrompe sua palavra está, também, corrompido.

O que a África tradicional mais preza, como revela Bâ (1982) em seus estudos, é a herança ancestral. Os guardiões dos segredos mais profundos dessas tradições eram os tradicionalistas, indivíduos dotados de uma vasta memória, a ponto de fazer com que pessoas viessem de longe recorrer aos seus saberes.

Esses depositários de memórias foram perseguidos e passaram a se esconder do poder colonial que procurava dar um fim às tradições, buscando implantar suas próprias crenças. Por essa razão os tradicionalistas precisaram refugiar-se nas matas, fugindo da cidade dos colonizadores, que chamavam de “cidade de brancos”.

Importante destacar que todos os conjuntos de elementos ligados à magia africana buscavam manter o equilíbrio; essa harmonia advém do controle entre o mundo material e espiritual. Nessas sociedades originadas da tradição, embora cercadas de pluralidades, um artefato está continuamente presente: o sagrado.

Honorat Aguessy (1997, p. 99) descreve o imaginário africano afirmando “assim se apresenta o esquema desse mundo onde o universo, a vida e a sociedade estão inextricavelmente ligadas e simbioticamente envolvidas”.

Os feitos humanos possuem, sempre, um caráter ligado ao sagrado. Todas as ações andam em harmonia, transitando entre o mundo visível e o espiritual, em especial as atividades que tratam da matéria e sua transformação. O uso dos artefatos da natureza deve ser realizado com uma sensatez moral que está conectada aos valores do sagrado. A violação perante a natureza é tão importante quanto a ligada ao homem, uma vez que as leis do sagrado consideram que tudo ali possui uma vida.


, ,

Eleições

  • Alanzoka, Casimiro e outros streamers da Twitch declaram voto

    Alanzoka, Casimiro e outros streamers da Twitch declaram voto

    , ,

    Streamers com grande audiência revelam em qual candidato votam no segundo turno das eleições 2022.

  • Três youtubers bolsonaristas que chegam ao Congresso

    Três youtubers bolsonaristas que chegam ao Congresso

    ,

    Três youtubers foram eleitos este ano, e todos estão associados a fenômenos de violência. Gustavo Gayer e Nikolas Ferreira são propagadores de um discurso político violento, enquanto o Delegado da Cunha é conhecido por publicar vídeos de operações policiais degradantes à comunidades paulistanas.

  • Bolsonarista prejudica eleição ao votar duas vezes em Lisboa; entenda o caso

    Bolsonarista prejudica eleição ao votar duas vezes em Lisboa; entenda o caso

    Para especialista em Direito Eleitoral, o Cônsul-geral do Brasil em Lisboa poderia se envolver na convocação dos eleitores se comprovados que os votos anulados poderiam afetar o resultado da eleição de 1º turno.


  • Bolsonaro retém R$2,4 bilhões do MEC

    Bolsonaro retém R$2,4 bilhões do MEC

    Planalto divulga decreto anunciando A retenção de 2,4 bilhões de institutos e universidades federais. A medida vale para despesas não obrigatórias, como recursos de assistência estudantil, salários de funcionários terceirizados e muitos outros.

  • Dezesseis anos de WikiLeaks

    Dezesseis anos de WikiLeaks

    , , , ,

    No mês de aniversário de 16 anos do WikiLeaks, é imprescindível lembrar que a organização se tornou uma questão controversa e divisória entre as organizações de direitos civis; maioria concorda com o valor inegável que o WikiLeaks teve ao denunciar violações de direitos humanos e liberdades civis.

  • Alanzoka, Casimiro e outros streamers da Twitch declaram voto

    Alanzoka, Casimiro e outros streamers da Twitch declaram voto

    , ,

    Streamers com grande audiência revelam em qual candidato votam no segundo turno das eleições 2022.

  • Três youtubers bolsonaristas que chegam ao Congresso

    Três youtubers bolsonaristas que chegam ao Congresso

    ,

    Três youtubers foram eleitos este ano, e todos estão associados a fenômenos de violência. Gustavo Gayer e Nikolas Ferreira são propagadores de um discurso político violento, enquanto o Delegado da Cunha é conhecido por publicar vídeos de operações policiais degradantes à comunidades paulistanas.

  • Bolsonarista prejudica eleição ao votar duas vezes em Lisboa; entenda o caso

    Bolsonarista prejudica eleição ao votar duas vezes em Lisboa; entenda o caso

    Para especialista em Direito Eleitoral, o Cônsul-geral do Brasil em Lisboa poderia se envolver na convocação dos eleitores se comprovados que os votos anulados poderiam afetar o resultado da eleição de 1º turno.

  • Após infiltração, grupos bolsonaristas no Telegram reforçam moderação

    Após infiltração, grupos bolsonaristas no Telegram reforçam moderação

    ,

    Dois dias após o primeiro turno das eleições, usuários de esquerda passaram a infiltrar grupos bolsonaristas no Telegram. O resultado foi o reforço da moderação por parte dos administradores, e a aposta em teorias conspiratórias.

  • Todo fascista é corno

    Todo fascista é corno

    ,

    Não é difícil entender que a vontade de escrever é nula, assim como a vontade de acordar, sair da cama e realizar que esse bando de corno não tem mais medo de cantar aos quatro ventos: “sou fascista na avenida e minha escola é a mais querida dos reaça nacional!”.

  • No Telegram, bolsonaristas espalham fake news sobre eleitores mortos votando no Nordeste

    No Telegram, bolsonaristas espalham fake news sobre eleitores mortos votando no Nordeste

    ,

    Grupos bolsonaristas no Telegram reforçam táticas xenofóbicas e criam fake news sobre eleitores mortos votando no Nordeste.


Tem uma pauta?
Estamos aqui

Toda ideia tem o potencial de ser uma boa ideia. Gostamos de ouvir ideias de pauta, denúncias ou sugestões de nossos leitores. Se quiser compartilhar, conte conosco — e olha, pode ser anônimo, tá?

Seja notificado de novas publicações, assine.

Ao se inscrever, o WordPress te atualiza gratuitamente toda vez que publicamos algo novo. Assim, você pode acompanhar nossa redação! Não se esqueça de nos seguir nas redes sociais.

A revista o sabiá é um veículo de mídia independente e sem fins lucrativos criado e equipado por jovens. Buscamos usar o jornalismo e a comunicação como um mecanismo de mudança do futuro das novas gerações.