Primeiros dias de Paralimpíadas


Com encerramento no dia 5 de Setembro, as competições Paralímpicas tiveram sua abertura na manhã do dia 24 de Agosto (fuso horário do Brasil). Sendo uma das delegações com maior potência na competição e favorita no top10, o Brasil continua avançando também nas Paralimpíadas de Tóquio. Os atletas paralímpicos brasileiros conseguiram para o país, nas […]


Com encerramento no dia 5 de Setembro, as competições Paralímpicas tiveram sua abertura na manhã do dia 24 de Agosto (fuso horário do Brasil). Sendo uma das delegações com maior potência na competição e favorita no top10, o Brasil continua avançando também nas Paralimpíadas de Tóquio. Os atletas paralímpicos brasileiros conseguiram para o país, nas últimas três edições, ficar entre os 10 primeiros colocados no quadro de medalhas, comprovando o favoritismo citado. 

Já na primeira manhã de competição, começamos com o pé direito. Com direito a quatro medalhas, nossos atletas na natação já estão conseguindo lugar no pódio. Na última edição das Paralimpíadas levamos com a modalidade quatro medalhas de ouro, sete de prata e oito de bronze, sendo então a meta a ser batida esse ano. 

O primeiro a conseguir medalha foi Gabriel Araújo, conhecido como “Gabrielzinho”, com o segundo lugar na modalidade 100m costas. Com apenas 19 anos e sede gigantesca por vitória, após a cerimônia de premiação deixou claro que sua meta é levar para casa também a de ouro. 

A manhã também foi especial para Gabriel Bandeira, de 21 anos – outro estreante nas Paralimpíadas – que conquistou a primeira medalha de ouro do Brasil na competição. Vencedor da categoria 100m Borboleta S14 (deficiência intelectual), Gabriel relatou que sempre foi classificado como “diferente” pelos demais.

“Você não é diferente, Gabriel. Você é diferenciado”

– Narrador Sportv

Depois de ouvirmos o Hino Nacional no pódio, pudemos assistir Phelipe Rodrigues e Daniel Dias conquistando duas medalhas de bronze seguidas para a seleção. Com 31 e 33 anos respectivamente, Phelipe e Daniel já são atletas mais experientes, sendo considerada até uma possível aposentadoria após essa competição. Daniel Dias é um recordista na modalidade, tendo conquistado ontem (25/08) sua 25ª medalha Paralímpica, nos 200m livres. 

O mesmo Daniel, já na manhã de hoje, ganhou mais duas medalhas, de bronze (sua 27ª medalha paralímpica) na modalidade 100m livre S5, e com seus companheiros de natação Joana Peixinho, Patrícia Santos e Talisson Glock conquistando também a medalha de bronze no revezamento misto 4x50m. 

Saindo um pouco da natação, na modalidade de Esgrima de cadeira de rodas, o atleta Jovane Guissone conquistou a 7ª medalha brasileira – essa de prata. Completando as atividades da última madrugada, ainda tivemos a conquista de outra medalha de prata, dessa vez no hipismo de adestramento, pelo atleta brasileiro Rodolpho Riskalla. Cumpre lembrar que existe a possibilidade de essa modalidade ser excluída dos próximos jogos olímpicos e paralímpicos após a repercussão do caso da treinadora alemã Kim Raisner, que foi flagrada agredindo seu animal nos jogos olímpicos. 

Até agora então, com o fim do segundo dia de paralímpiadas, temos a China figurando em primeiro lugar, com 23 medalhas, e Brasil na décima posição, com 8 medalhas, sendo 1 de ouro, 3 de prata e 4 de bronze.

Confira agora a agenda das próximas disputas:


Natação – classificatórias:

21:07 – Felipe Vila Real : 200m livre, na classe s14(M)
21:16 – Gabriel Bandeira : 200m livre, na classe s14(M)
21:29 – Matheus Rheine e Wendell Belarmino : 50m livre, na classe s11(M)
21:48 – Daniel Dias : 50m borboleta, na classe s5(M)
21:59 – Esthefany Rodrigues e Joana Neves : 50m borboleta, na classe s5(F)

Natação – finais:

05:06 – Maria Carolina Santiago : 100m costas, na classe s12(F) transmissão Sportv2
05:21 – Cecília Araújo : 100m costasn na classe s8(F) transmissão Sportv2


Atletismo – classificatórias:

22:14 – Fabrício Ferreira : 100m, na classe T12 (M) – transmissão Sportv2
22:21 – Kesley Teodoro : 100m, na classe T12(M)transmissão Sportv2
22:28 – Joeferson Marinho : 100m, na classe T12(M) transmissão Sportv2
23:01 – Jhulia dos Santos : 400m, na classe T11(F) transmissão Sportv2
23:17 – Silvana Costa : 400m, na classe T11(F) transmissão Sportv2 / TV Brasil
23:25 – Thalita Simplício : 400m, na classe T11(F) transmissão Sportv2 / TV Brasil
23:56 – Matheus Evangelista e Christian Gabriel : 100m, na classe T37(M) transmissão Sportv2 e TV Brasil
00:03 – Ricardo Mendonça : 100m, na classe T37(M) transmissão Sportv2 / TV Brasil
00:32 – Vanessa Cristina : 5000m, na classe T54(F) transmissão Sportv2 / TV Brasil
01:11 – Lucas Lima e Washington Júnior : 100m, na classe T47(M) transmissão TV Brasil
01:18 – Petrúcio Ferreira : 100m, na classe T47(M) transmissão TV Brasil
09:25 – Fernanda Yara : 400m. na classe T47(F) transmissão TV Brasil

Atletismo – finais:
21:30 – Lorena Spoladore e Silvana Costa : Salto em distância, na classe T11(F) transmissão Sportv2 e TV Brasil
21:35 – Júlio César Agripino e Yeltsin Jacques : 5000m, na classe T11(M) transmissão Sportv2 e TV Brasil
07:00 – Wallace Santos : Salto em Distância, na classe F55(M) transmissão TV Brasil
07:53 – João Victor e Emanoel Victor : Arremesso de Peso, na classe F37(M) transmissão TV Brasil


Tênis de Mesa – classificatórias:

21:00 – Danielle Rauen, na classe 9
21:40 – Paulo Salmin, na classe 7
22:10 – Lethicia Lacerda, na classe 8
23:00 – Joyce Oliveira, na classe 4
23:00 – Israel Stroh, na classe 7
23:40 – David Freitas, na classe 3
00:20 – Cátia Oliveira, na classe 2
01:40 – Carlos Carbinatti, na classe 10
4:00 – Millena Santos, na classe 7
4:00 – Bruna Alexandre, na classe 10

Ciclismo – classificatórias:

22:36 – André Grizante : Perseguição 4.000m, na classe C4(M) transmissão TV Brasil
23:14 – Lauro Chaman : Perseguição 4.000m, na classe C5(M) transmissão TV Brasil

Ciclismo – finais:
01:20 – Carlos Soares : Contrarrelógio 1000m, na classe C1-3(M) transmissão TV Brasil
02:29 – Ana Raquel Lins : Contrarrelógio 500m, na classe C4-5(F) transmissão TV Brasil
03:15 – Disputa de 3 : Perseguição 4000m, na classe C5(M) transmissão TV Brasil


Judô – classificatórias:

22:30 às 01:30 – Karla Cardoso : até 52kg transmissão TV Brasil
22:30 às 01:30 – Thiego Marques : até 60kg transmissão TV Brasil


Remo – classificatórias:

21:30 – Claúdia Santos : PR1 Skiff individual feminino, na classe PR1W1X
22:10 – Renê Pereira : PR1 individual masculino, na classe PR1W1X
22:50 – Josiane Lima : PR2 double misto, na classe PR2MIX2X
22:50 – Michel Pessanha : PR2 double misto, na classe PR2MIX2X
23:30 – Ana Paula Souza : PR3 4 com timoneiro misto, na classe PR3MIX4*
23:30 – Diana Barcelos : PR3 4 com timoneiro misto, na classe PR3MIX4*
23:30 – Jairo Klug : PR3 4 com timoneiro misto, na classe PR3MIX4*
23:30 – Jucelino da Silva : PR3 4 com timoneiro misto, na classe PR3MIX4*
23:30 – Valdeni Júnior : PR3 4 com timoneiro misto, na classe PR3MIX4*


Tênis em Cadeira de Roda – classificatórias:

23:00 – Daniel Rodrigues : Simples (M)
23:00 – Maurício Pimme : Simples (M)
23:00 – Gustavo Carneiro : Simples (M)
23:00 – Rafael Medeiros : Simples (M)
23:00 – Ana Caldeira e Meirycoll Duval : Dupla(F)

GoalBoall (Feminino) – classificatórias:

Brasil X Japão – 22:30

GoalBall (Masculino) – classificatórias:

Brasil X Argélia – 08:30 – transmissão Sportv2


Tiro com Arco – classificatórias:

21:00 – Helcio Perilo : Individual, na classe w1
21:00 – Rejane Candida : Individual, na classe w1
21:00 – Jane Karla : Composto Individual, na classe Open
21:00 – Fabíla Dergovics : Recurvo Individual, na classe Open
02:00 – Heriberto Roca : Recurvo Individual, na classe Open


Vôlei Sentado (feminino) – classificatórias:
Brasil X Canadá – 06:30

Escrito em conjunto por Ariel Rocco e Maria Clara Aguiar


Tem uma pauta?
Estamos aqui

Toda ideia tem o potencial de ser uma boa ideia. Gostamos de ouvir ideias de pauta, denúncias ou sugestões de nossos leitores. Se quiser compartilhar, conte conosco — e olha, pode ser totalmente anônimo, tá?


  • Todo fascista é corno

    ,

    Não é difícil entender que a vontade de escrever é nula, assim como a vontade de acordar, sair da cama e realizar que esse bando de corno não tem mais medo de cantar aos quatro ventos: “sou fascista na avenida e minha escola é a mais querida dos reaça nacional!”.

  • No Telegram, bolsonaristas espalham fake news sobre eleitores mortos votando no Nordeste

    No Telegram, bolsonaristas espalham fake news sobre eleitores mortos votando no Nordeste

    ,

    Grupos bolsonaristas no Telegram reforçam táticas xenofóbicas e criam fake news sobre eleitores mortos votando no Nordeste.

  • Anunciando um novo modelo: notas

    Anunciando um novo modelo: notas

    Anunciamos as notas, reportagens curtas sobre temas relacionados às eleições de segundo turno.

  • A falta da política externa

    A falta da política externa

    , ,

    Às vésperas da eleição mais importante desde a redemocratização, e ainda sob efeito da ressaca moral que assola o país após o clássico debate presidencial da Rede Globo, a ausência da política externa como pauta de discussão demonstra o enorme apequenamento do Brasil.

  • Pesquisa aponta que norte-americanos desaprovam  apoio militar na Ucrânia

    Pesquisa aponta que norte-americanos desaprovam apoio militar na Ucrânia

    , , ,

    Muitos americanos pensam que Biden deveria se apressar e encontrar um acordo diplomático. Mas para os apoiadores da Ucrânia, seja à esquerda ou à direita, a resposta é que Biden se apresse e vença, dando à Ucrânia mais ajuda militar e aceitando mais riscos.

  • Deus esteve em São Paulo

    Deus esteve em São Paulo

    ,

    Deus nasceu no Rio de Janeiro, cresceu em Minas Gerais e, na noite do último domingo, 26, esteve em São Paulo, das 20h às 22h20. Eu estava lá. Eu vi Deus!

Seja notificado de novas publicações, assine.

Ao se inscrever, o WordPress te atualiza gratuitamente toda vez que publicamos algo novo. Assim, você pode acompanhar nossa redação! Não se esqueça de nós seguir nas redes sociais.

A revista o sabiá é um veículo de mídia independente e sem fins lucrativos criado e equipado por jovens. Buscamos usar o jornalismo e a comunicação como um mecanismo de mudança do futuro das novas gerações.