Muito obrigado


Oi! Tudo bem? Acho que todo mundo que já leu alguma crônica minha sabe que eu gosto de conversar com quem tá aí desse lado da tela. Talvez esse seja o último texto de 2021 da Sabiá, mas vamos sem melancolia, só papo mesmo.


Oi! Tudo bem? Acho que todo mundo que já leu alguma crônica minha sabe que eu gosto de conversar com quem tá aí desse lado da tela. Talvez esse seja o último texto de 2021 da Sabiá, mas vamos sem melancolia, só papo mesmo.

Acho engraçado como a roda da vida gira, sabe? Desde quando nascemos e vamos para o berço, tendo cada detalhe pífio como uma grande novidade. Onde os problemas giram e pairam por todo ar, e achamos que uma colher transmutada em avião é a coisa mais interessante do mundo.


A grande roda segue girando e colocamos tudo que queremos e sonhamos em aquarela e massinha, pouco ligando em como a inflação ou a taxa selic se modela. Mais um pouco e nos tornamos revoltados e críticos, debatendo sobre os arrotos de senadores e deputados com o feijão
do povo.

Ah, a revolta que falei… Todo mundo tem sua fase de rockeiro, né? Botar Nirvana no talo e bater cabeça no quarto. A gente sabe que nessa hora o único arroto que importa é o da cerveja quente e barata que você comprou na esquina com medo que pedissem sua identidade.

Nunca me considerei pessimista ou otimista. Honestamente, entre o copo meio cheio ou meio vazio, prefiro matar minha sede com a água ou o whisky barato que tem nele. Sei lá… Só sei que é bom estar com quem se ama, sabe? Ouvir um som no talo (olha que nem curto música alta) e pular fora do ritmo, fazer um almoço quase sem tempero e sentar na mesa (prefiro risadas a cominho), fincar nos meus acordes todo meu afeto e estourar os pulmões cantando qualquer música de Tierry desafinado. Bom dormir com alguém no colchão, bom deitar na grama e sentir o cheiro de chuva, até quando você dorme sem lençol e passa frio… Ok, aí não é tão bom, mas
tem seu valor.

O mundo sempre vai ter suas mazelas, mas quanto mais diluímos na aquarela (do seu jeito mesmo! Cante, grite, beije), nós giramos a roda da vida para onde a gente precisa: infância, revolta ou aquele coroa ranzinza que mora dentro da gente. Vamos viver igual Black Alien diz:
“Em sol maior”.



Tem uma pauta?
Estamos aqui

Toda ideia tem o potencial de ser uma boa ideia. Gostamos de ouvir ideias de pauta, denúncias ou sugestões de nossos leitores. Se quiser compartilhar, conte conosco — e olha, pode ser totalmente anônimo, tá?


  • Após infiltração, grupos bolsonaristas no Telegram reforçam moderação

    Após infiltração, grupos bolsonaristas no Telegram reforçam moderação

    ,

    Dois dias após o primeiro turno das eleições, usuários de esquerda passaram a infiltrar grupos bolsonaristas no Telegram. O resultado foi o reforço da moderação por parte dos administradores, e a aposta em teorias conspiratórias.

  • Todo fascista é corno

    Todo fascista é corno

    ,

    Não é difícil entender que a vontade de escrever é nula, assim como a vontade de acordar, sair da cama e realizar que esse bando de corno não tem mais medo de cantar aos quatro ventos: “sou fascista na avenida e minha escola é a mais querida dos reaça nacional!”.

  • No Telegram, bolsonaristas espalham fake news sobre eleitores mortos votando no Nordeste

    No Telegram, bolsonaristas espalham fake news sobre eleitores mortos votando no Nordeste

    ,

    Grupos bolsonaristas no Telegram reforçam táticas xenofóbicas e criam fake news sobre eleitores mortos votando no Nordeste.

  • Anunciando um novo modelo: notas

    Anunciando um novo modelo: notas

    Anunciamos as notas, reportagens curtas sobre temas relacionados às eleições de segundo turno.

  • A falta da política externa

    A falta da política externa

    , ,

    Às vésperas da eleição mais importante desde a redemocratização, e ainda sob efeito da ressaca moral que assola o país após o clássico debate presidencial da Rede Globo, a ausência da política externa como pauta de discussão demonstra o enorme apequenamento do Brasil.

  • Pesquisa aponta que norte-americanos desaprovam  apoio militar na Ucrânia

    Pesquisa aponta que norte-americanos desaprovam apoio militar na Ucrânia

    , , ,

    Muitos americanos pensam que Biden deveria se apressar e encontrar um acordo diplomático. Mas para os apoiadores da Ucrânia, seja à esquerda ou à direita, a resposta é que Biden se apresse e vença, dando à Ucrânia mais ajuda militar e aceitando mais riscos.

Seja notificado de novas publicações, assine.

Ao se inscrever, o WordPress te atualiza gratuitamente toda vez que publicamos algo novo. Assim, você pode acompanhar nossa redação! Não se esqueça de nós seguir nas redes sociais.

A revista o sabiá é um veículo de mídia independente e sem fins lucrativos criado e equipado por jovens. Buscamos usar o jornalismo e a comunicação como um mecanismo de mudança do futuro das novas gerações.