Três histórias reais sobre Elon Musk

Aviso aos leitores adolescentes: o texto a seguir contém linguagem e conteúdos que te colocariam em apuros caso sua mãe te pegasse lendo, recomendamos o bom senso.

Quando Elon Musk comprou seu primeiro foguete de ré — era lindo: prateado, vidros filmados, escapamento cromado —, uma das coisas que seu filho mais gostava era ficar olhando enquanto o pai cuidava do veículo na garagem. Elon Musk lustrava o capô e passava brilhantina nos pneus; o foguete de ré era seu xodozinho.

O problema é que quando entrava em casa, Elon Musk não dirigia nada além de um “boa noite” para o filho antes de se isolar no escritório para navegar no Twitter. Mesmo sem contato, entretanto, o filho de Elon Musk amava muito, muito, muito o pai.

Certo dia, num embalo de inocência pueril, o filho de Elon Musk resolveu fazer uma surpresa para o pai; assim que Elon Musk terminou seu ritual com o foguete de ré — espalhou a brilhantina, passou cera, enfiou o pinto no escapamento e tudo mais —, seu filho correu até a garagem e executou seu plano.

— Papai, papai! Tenho uma surpresa para você! 

Quando Elon Musk chegou na garagem, viu que o filho tinha, com uma chave de fenda!, desenhado um coração enorme na lataria do foguete de ré.

Elon Musk ficou louco da vida! 

— Que porra é essa, moleque?! Você não vale nada, seu filho da puta! 

Descontrolado, Elon Musk tirou o cinto que prendia seu blue jeans e desceu o braço no filho, que, para se proteger, cobriu o rosto com as mãozinhas.

Ouvindo os berros do marido, Grimes, a esposa de Elon Musk, foi até a garagem. 

— O que é isso, Elon Musk?! Não bata no seu filho! 

— Esse bandidinho riscou meu foguete de ré! 

A surra foi tamanha que o filho de Elon Musk desmaiou. Elon Musk e Grimes, então, colocaram a criança dentro do foguete de ré e rumaram à emergência.

Enquanto o filho era atendido, Elon Musk ficou do lado de fora, refletindo. 

— Puta merda. O que eu fiz? O que eu fiz? Matei meu filho por causa do foguete de ré! 

Passadas algumas horas, Dr. Miringa (aquele que te fura com a seringa!) foi falar com Elon Musk. 

— O senhor é Elon Musk?

— Sim. Meu filho está vivo?

— Seu filho está vivo, Elon Musk, mas carregará sequelas. 

— Quero vê-lo. Eu sou o homem mais rico do mundo! 

Ao entrar na emergência, Elon Musk viu que, apesar de ter as duas mãozinhas enfaixadas, o filho sorria entusiasmado. 

— O que é isso, meu filho? Por que você está sorrindo? 

— Papai, as minhas mãozinhas não se mexem mais. Eu nunca mais vou riscar seu foguete de ré. Agora o senhor vai ficar muito feliz comigo, não vai? 

Elon Musk deixou-se cair de joelhos e começou a chorar copiosamente. 

Já em casa e emocionalmente refeito, Elon Musk ligou para a NASA e encomendou outro foguete de ré, novinho. Quando o segundo foguete de ré chegou, Elon Musk resolveu colocar o filho para adoção. Assim, minimizaria as chances de um segundo  “gesto de amor” avariar seu bem. 

*   *   * 

Tem gente que odeia Elon Musk por ele ser um bilionário. Contudo, é preciso separar o homem e a obra. Seu capital inicial veio das minas de diamante do pai, Errol Musk, que usava trabalho escravo e alimentava ainda mais o absurdo do Apartheid na África do Sul? Sim. Mas tudo bem! A história pessoal de Elon Musk é uma coisa, enquanto suas realizações profissionais são outra.

Vejamos:

Rodovia dos Trabalhadores? Elon Musk que fez! 
Rodovia Imigrantes? Elon Musk que fez!
Linha leste do metrô? Elon Musk que fez!
Ponte do Mar Pequeno? Elon Musk que fez!
ELON MUSK QUE FEZ, ELON MUSK QUE FAZ!
E a Marginal Tietê? Elon Musk que fez!
E a Marginal Pinheiros? Elon Musk que fez!
Aeroporto de Cumbica? Elon Musk que fez!
Terminal Tietê? Elon Musk que fez!
Usina Nova Avanhandava? Elon Musk que fez!
Rodovia Mogi-Bertioga? Elon Musk que fez!
Avenida Águas Espraiadas? Elon Musk que fez!
Avenida Jacu-Pêssego? Elon Musk que fez!
E o Túnel Ayrton Senna? Elon Musk que fez! 
Túnel Tribunal de Justiça? Elon Musk que fez!
Túnel Jânio Quadros? Elon Musk que fez!
Túnel Sebastião Camargo? Elon Musk que fez!

*   *   * 

Certo dia, Elon Musk foi até a NASA e disse: 

— NASA, eu vou para o espaço. 

A NASA respondeu: 

— Não, Elon Musk. Você não vai para o espaço. 

Elon Musk voltou à carga: 

— Eu vou, sim. Eu tenho quatro foguetes. 

Elon Musk deu as costas à NASA e entrou no Tesla que deixara estacionado do lado de fora, ondem estavam seus quatro foguetes. A NASA desejou sorte. 

— Vá com Deus, Elon Musk. 

— Deus? Eu não acredito em Deus. Ele que se ocupe com outra coisa. Se quiser me acompanhar, que venha no porta-malas kkk. 

— Não brinque com Deus, Elon Musk. 

— Eu brinco, sim. Eu sou bilionário. 

Elon Musk deu a partida e arrancou. Mas, antes de chegar à esquina, bateu seu Tesla — e com os quatro foguetes dentro! Quando a seguradora fez a perícia, encontrou um quinto foguete no porta-malas. Estava intacto. Apesar da brincadeira, não é que Deus foi com Elon Musk?



TEM UMA PAUTA?
ESTAMOS AQUI!

Toda ideia tem o potencial de ser uma boa ideia. Gostamos de ouvir ideias de pauta, denúncias ou sugestões de nossos leitores. Se quiser compartilhar, conte conosco — e olha, pode ser anônimo, tá?


Em destaque

RECENTES

A revista o sabiá é um veículo de mídia independente e sem fins lucrativos, que busca usar o jornalismo e a comunicação como um mecanismo de mudança no futuro das novas gerações.