A Sabiá está de carinha nova

Caro leitor,

Estamos de visual novo, e com ele trazemos uma nova era da Revista Sabiá. Você vai notar que este texto será bem simples e objetivo, já que do mesmo jeito que a revista está com novos ares, quem está escrevendo desta vez é quem na verdade é mais da área dos visuais, layouts e designs. Do mesmo jeito que estou com novos ares me arriscando neste pedacinho de escrita virtual, vamos comemorar aos novos ares da nossa querida revista.

Nesta nova identidade, buscamos desenvolver um conceito simples que desse foco para que realmente importa: o texto. Trabalhando com a combinação de fontes serifadas para destaques e não-serifadas para textos mais longos, trazemos a referência dos primórdios do jornalismo impresso com a atualidade das notícias digitais. Nesta mesma combinação entre antigo e atual que desenvolvemos a nossa nova logo, combinando a tipografia serifada com um ícone simples e clean. A pena de um sabiá que a soltou em pleno alcance de vôo, do mesmo jeito que jornalistas deixam suas marcas ao escreverem textos. Uma pena que em um formato simplificado pode também parecer uma caneta bico de pena, tão utilizada no começo do jornalismo e que lhe representa tão bem até os dias de hoje.

O novo logo da Revista Sabiá e algumas de suas variações.

O próximo passo é uma das bases mais essenciais para o desenvolvimento de uma identidade visual: as referências. Pesquisamos e identificamos diversos logos dos mais variados jornais e portais de notícias do mundo todo, de pequenos a grandes, independentes e pagos, e todos eles tinham em comum o destaque para o texto, utilizando uma tipografia como seu centro, e em alguns casos um pequeno ícone para complementar e ser utilizado em conjunto, e dentro disto foi exatamente o que buscamos com nosso resultado final.

Referências visuais de grandes meios jornalísticos utilizados de inspiração para a criação da nova identidade visual.

A pena e suas cores foram especialmente inspiradas pelo nosso tão querido sabiá-laranjeira, uma espécie de pássaro comum nas Américas e muito bem conhecido por todos nós, que exibe uma cor de ferrugem em seu ventre, a qual foi especialmente utilizada como referência para a nossa nova cor de marca, o laranja sabiá.

Novo logo da sabiá em sua construção e margens de respiro.
O sabiá-laranjeira é uma ave comum na América do Sul e o mais conhecido de todos os sabiás, identificado pela cor de ferrugem do ventre e por seu canto melodioso durante o período reprodutivo.

E tudo isso também foi pensado especialmente em você, querido leitor, que também faz parte da família Sabiá. Esperamos que esta seja uma ótima nova fase para todos nós, e que ainda venham muitas histórias por aí.

Assinado,
Equipe Sabiá



TEM UMA PAUTA?
ESTAMOS AQUI!

Toda ideia tem o potencial de ser uma boa ideia. Gostamos de ouvir ideias de pauta, denúncias ou sugestões de nossos leitores. Se quiser compartilhar, conte conosco — e olha, pode ser anônimo, tá?


Em destaque

RECENTES

A revista o sabiá é um veículo de mídia independente e sem fins lucrativos, que busca usar o jornalismo e a comunicação como um mecanismo de mudança no futuro das novas gerações.