Seis meses sem você


Desabafo, relato, seja o que for


Há seis meses, perdemos uma parte de nós. Um alicerce, um pilar tão bem construído que só se percebeu o tamanho real da sua importância após ele quebrar em milhares de pedaços.

Em janeiro, perdemos nossa amiga, Maria Clara.

Desde então, às vezes leio reportagens, assisto filmes ou passo por alguma situação da qual a minha resposta mental automática ainda é “preciso contar isso a Maria Clara”. E o que mais dói não é o pensamento, e sim os momentos de euforia onde abro o celular, procuro seu contato animada e lembro do que aconteceu.

Aconteceram tantas coisas das quais ela ficaria orgulhosa, mas muitas das quais ela ficaria irritada. O propósito de vida de Clarinha era ajudar mulheres, então com todas as desgraças que aconteceram conosco recentemente, ela ficaria certamente chateada.

Ainda sim, todas às vezes das quais eu, ou outras mulheres da revista, reportamos sobre esses acontecimentos, não me deixo de lembrar dela. E pensar que precisamos resistir, não só por ela, mas tantas outras que nos deixaram.

O mais estranho, no fim, é pensar que ela não estará aqui para comemorar ou reclamar das vitórias e fracassos que acontecem ao longo da vida. Existem vezes que apenas a palavra de uma pessoa específica pode nos confortar.

A vida continua, enquanto alguns momentos nela continuam parados no tempo. E está tudo bem.


Tem uma pauta?
Estamos aqui

Toda ideia tem o potencial de ser uma boa ideia. Gostamos de ouvir ideias de pauta, denúncias ou sugestões de nossos leitores. Se quiser compartilhar, conte conosco — e olha, pode ser totalmente anônimo, tá?


  • Após infiltração, grupos bolsonaristas no Telegram reforçam moderação

    Após infiltração, grupos bolsonaristas no Telegram reforçam moderação

    ,

    Dois dias após o primeiro turno das eleições, usuários de esquerda passaram a infiltrar grupos bolsonaristas no Telegram. O resultado foi o reforço da moderação por parte dos administradores, e a aposta em teorias conspiratórias.

  • Todo fascista é corno

    Todo fascista é corno

    ,

    Não é difícil entender que a vontade de escrever é nula, assim como a vontade de acordar, sair da cama e realizar que esse bando de corno não tem mais medo de cantar aos quatro ventos: “sou fascista na avenida e minha escola é a mais querida dos reaça nacional!”.

  • No Telegram, bolsonaristas espalham fake news sobre eleitores mortos votando no Nordeste

    No Telegram, bolsonaristas espalham fake news sobre eleitores mortos votando no Nordeste

    ,

    Grupos bolsonaristas no Telegram reforçam táticas xenofóbicas e criam fake news sobre eleitores mortos votando no Nordeste.

  • Anunciando um novo modelo: notas

    Anunciando um novo modelo: notas

    Anunciamos as notas, reportagens curtas sobre temas relacionados às eleições de segundo turno.

  • A falta da política externa

    A falta da política externa

    , ,

    Às vésperas da eleição mais importante desde a redemocratização, e ainda sob efeito da ressaca moral que assola o país após o clássico debate presidencial da Rede Globo, a ausência da política externa como pauta de discussão demonstra o enorme apequenamento do Brasil.

  • Pesquisa aponta que norte-americanos desaprovam  apoio militar na Ucrânia

    Pesquisa aponta que norte-americanos desaprovam apoio militar na Ucrânia

    , , ,

    Muitos americanos pensam que Biden deveria se apressar e encontrar um acordo diplomático. Mas para os apoiadores da Ucrânia, seja à esquerda ou à direita, a resposta é que Biden se apresse e vença, dando à Ucrânia mais ajuda militar e aceitando mais riscos.

Seja notificado de novas publicações, assine.

Ao se inscrever, o WordPress te atualiza gratuitamente toda vez que publicamos algo novo. Assim, você pode acompanhar nossa redação! Não se esqueça de nós seguir nas redes sociais.

A revista o sabiá é um veículo de mídia independente e sem fins lucrativos criado e equipado por jovens. Buscamos usar o jornalismo e a comunicação como um mecanismo de mudança do futuro das novas gerações.